As principais manobras do parasailing

O parasailing é um desporto aquático fantástico e está acessível a todos os que procuram um pouco mais de aventura e emoção para os seus tempos livres ou momentos de recreação. Saiba quais são as principais manobras do parasailing e divirta-se ao máximo a realizá-las.

As duas principais manobras do parasailing e as que mais se destacam são as seguintes:

1. A descolagem do parasail

O levantar voo é a manobra principal do parasailing e a que mais gozo oferece a todos os seus praticantes. A descolagem pode ser realizada de duas formas distintas: à beira-mar e em pleno mar.

  • A descolagem à beira-mar

    Se optar por realizar a descolagem à beira-mar, deve estar com o parasail (pára-quedas utilizado no parasailing) aberto, para que assim que o barco inicie a sua marcha, o vento possa embater e encher o parasail, o que permite ao praticante levantar voo imediatamente.

  • A descolagem no mar

    Se a descolagem for efetuada em pleno mar, deve colocar-se numa posição sentada, no convés do barco e em direção ao vento. Posteriormente, deverá esticar as pernas e aguardar que o condutor acelere o barco. Assim que o condutor do barco acelerar, o parasail encher-se-á de ar, o que lhe possibilitará levantar voo.
    Estas são as duas técnicas utilizadas na descolagem de um parasail e a sensação de ter “borboletas” na barriga é uma sensação única que só os desportos radicais são capazes de proporcionar. Os praticantes podem ficar a aproximadamente 400 metros do nível da água e isso possibilita-lhes uma vista panorâmica fenomenal.

2. A aterragem do parasail

A aterragem no parasailing é também um dos momentos mais marcantes de um voo. É uma manobra de fácil realização e, por norma, aterra-se sempre (ou quase sempre) no convés do barco, sem sequer se molhar. O guincho hidráulico puxa lentamente o praticante até que este se aproxime do barco e aí a tripulação auxilia-o a entrar novamente na embarcação.

Por outro lado, em caso de emergência (o que é muito raro), poderá aterrar em pleno mar. Existe um dispositivo de ligação que conecta o parasail ao próprio barco e ao retirá-lo descerá lentamente em direção à água. É por isso que o material para a prática do parasailing deve estar sempre em condições, pois pode ser preciso a qualquer momento.

O parasailing é assim uma atividade desportiva que funciona à escala mundial e é muito frequente encontrar esta modalidade nos maiores destinos turísticos de todo o mundo, como o Algarve, as Canárias, as Caraíbas, entre outros. Além de ser uma atividade súper divertida, é uma forma de promover o turismo de uma determinada região.

É de realçar que o parasailing é uma atividade desportiva passiva que não requer qualquer tipo de formação específica e todas as pessoas podem dedicar-se à sua prática. É, sem dúvida, um desporto singular e é muitas vezes confundido com o parapente (em inglês paraglider). Este, por sua vez, necessita de uma formação complementar, é mais ativo e acrobático.

A sua votação: 
Sem votos