Equipamento necessário para praticar bodyboard

O bodyboard, desporto irmão do surf, é um desporto praticado no mar, aproveitando as ondas para deslizar com o auxílio de uma prancha. O que difere estes dois desportos é a posição do atleta, sendo que enquanto no surf o praticante se encontra em pé na prancha, mantendo o balanço na formação de ondas, no bodyboard o desportista encontra-se deitado na prancha, também deslizando ao sabor das ondas do mar. Para quem não tem o equilíbrio desejado para o surf, é uma boa alternativa, mas o bodyboard não é apenas uma alternativa, é todo um desporto distinto com praticantes um pouco por todo o mundo. É imperativo que se saiba nadar e importante que se tenha aulas antes de partir à aventura. Nesse sentido, conheça o equipamento necessário para praticar bodyboard e dedique-se à prática de uma atividade extasiante.

Prancha de bodyboard

As pranchas de bodyboard são diferentes das pranchas de surf, são menores e de formato diferente. O tamanho ideal para uma prancha de bodyboard é que esta chegue à zona do umbigo do atleta.

Leash para bodyboard

Leash traduz-se literalmente para trela e isso indica a sua funcionalidade. A leash serve para que a prancha se mantenha ligada ao pulso do atleta. É indicado que a leash tenha distorcedor e este poderá ser reto ou enrolado ao estilo dos fios dos telefones antigos.

Par de barbatanas

As barbatanas, também chamadas de pés-de-pato, são também necessárias para a prática de bodyboard. É também necessário que estas se mantenham no lugar para evitar que se percam e desapareçam na água, pelo que deverão ter fixadores que consistem em barbatanas de nylon ou presilhas de velcro que se fixam no tornozelo do desportista.

Fato isotérmico

A temperatura da água do mar poderá ser demasiado baixa para que o corpo do desportista se mantenha a uma temperatura normal. Deste modo, para evitar hipotermia, o atleta deverá dispor de um fato isotérmico de neoprene, à semelhança do fato que se usa para a prática do mergulho, bem como meias do mesmo material. Trata-se de um material semelhante à borracha e estes fatos são usados especialmente em tempo frio ou em água especialmente fria ou gelada.

Camisola de licra

Também é recomendado o uso de uma camisola de licra, que ajuda à proteção contra o frio e é de rápida secagem. A camisola de licra protege o corpo do praticante de bodyboard contra possíveis abrasões devido à utilização da prancha e às manobras. Caso o desportista fique na praia a descansar, esta camisola funciona também como proteção solar.

Cera para a prancha

Para evitar o seu deslizamento para fora da prancha na água, o praticante de bodyboard deverá adquirir também a wax (cera) ou parafina para aplicar na prancha, o que facilitará que se mantenha em cima da prancha durante a sessão de bodyboard e possa fazer manobras mais facilmente. Este material ajuda também a que o desportista não perca a prancha na água.

Protetor solar resistente a água

A segurança deve estar sempre primeiro e, tendo em conta que o praticante deste desporto poderá passar muito tempo na água e na praia, mesmo que em horas de menor calor, deverá ter consigo protetor solar. É preferível ter um fantástico bronze do que ficar com queimaduras solares.

Há ainda a referir que em alguns pontos ou algumas praias é também necessário o uso de um capacete de segurança de modo a evitar lesões caso a praia seja rochosa ou o desportista possa embater contra corais ou rochas. Agora que já sabe o material de que precisará para praticar bodyboard poderá começar a pensar em realizar as melhores manobras em cima de uma prancha. Existem vídeos e artigos sobre o assunto online, brochuras nas lojas, ou poderá até tirar as suas dúvidas junto de um praticante mais experiente antes de se lançar às ondas.

A sua votação: 
Average: 5 (1 vote)